Allium Sativum: o alho, nosso aliado

Allium Sativum: o alho, nosso aliado

Sabe a planta que comumente conhecemos como alho e que quase todo mundo sempre tem na geladeira, o Allium sativum?

Na ginecologia natural usamos e abusamos dessa abundância da natureza

O tratamento com o alho se mostra incrível no combate à CANDIDÍASE e também outras bucetites como a gardnerella (bactéria comum que causa corrimentos com cheirinho ruim) – uma vez que ele é um combo de antibiótico, anti-inflamatório e antifúngico. É também super indicado para tratar infecções urinárias.⠀

As plantas tem mais essa enorme vantagem sobre os medicamentos alopáticos, elas servem pra muitas coisas em uma só. ❤ ⠀

O uso oral é a primeira prescrição, mas também é possível e ultra power o uso local. ⠀

Introduz-se uma cápsula ou um dente de alho na vagina à noite para dormir e retira-se pela manhã.⠀

BEL, MAS COMO ASSIM?⠀
A medicina convencional, dentro da caixa, vai sempre resistir a essa forma de uso por motivos óbvios. Uma cabeça de alho pode ser encontrada por 1 real na feira e trata você, sua mãe, sua irmã, sua tia.

A quem isso interessa? A indústria não quer perder as vendas das pomadas vaginais (eca!) muito mais caras.⠀

Piadinhas como ppk temperada já são portanto esperadas. Pode ser até que fique gostoso (rs).⠀

A ilustra que acompanha o texto é da artista Nanna Prieler 🌿

 

Comentários