Novidades

Coisas que o Sistema não quer que você saiba:

Coisas que o Sistema não quer que você saiba:

• A maioria das doenças mais comuns que se apresentam são causadas por alimentação inadequada e stress e podem, portanto, serem curadas apenas com uma alimentação saudável e mudanças no estilo de vida. • Alimentação saudável é a mais natural possível. Simples assim. Alimentos ultraprocessados […]

Saúde é a ausência de doença? Saúde é o oposto de doença?  Saúde tem algo a ver com doença?

Saúde é a ausência de doença? Saúde é o oposto de doença? Saúde tem algo a ver com doença?

Quando as pessoas procuram atendimento médico ou de outros profissionais da área, elas estão procurando saúde ou doenças? Não, as pessoas não desejam doenças. A expectativa de vida cresce a cada dia e queremos viver muito e queremos viver bem. Mas existe uma indústria que […]

Protagonismo, você sabe o que isso significa?

Protagonismo, você sabe o que isso significa?

O protagonista é o personagem principal de uma trama. Em torno dele gira toda a história.

Uma consulta médica é aonde vamos normalmente quando nossa historia não esta correndo como o planejado e desejamos acertar o roteiro para atingir o final feliz, já que todos nós somos os protagonistas das nossas vidas.

Bem, deveríamos ser. 

As mulheres por séculos não passavam de coadjuvantes em sua própria casa. Orbitando em torno de seus maridos, esses sim importantes e com vidas interessantes, mulheres por detrás da coxia os serviam sem opinar e cuidavam de sua casa e seus herdeiros para que tudo saísse impecável. Não mandavam em seus destinos e nem mesmo em seus corpos, naturalmente violados.

Colocar-se a frente do próprio enredo é novidade para as mulheres.

Muitas chegam a se sentir perdidas ainda com isso. São séculos de aceitação sem questionamento impressos no nosso DNA. 💪😘

Já a forma como acontecem a maioria dos atendimentos médicos (e nesse caso  também os atendimentos a homens) não deixa de ser um reflexo da sociedade patriarcal e dividida em castas onde o poder e os saberes  são demasiados exclusivistas e ultra concentrados.

👨‍⚕️A consulta ginecológica  (especialmente a “rotina anual”) que poderia ser excelente espaço de encontro com o lugar de relação e conhecimento íntimo do próprio corpo, se apresenta nos moldes atuais ao meu ver como mais uma grande ferramenta de dominação das mulheres, e controle sobre seus corpos e sua sexualidade.

Eu costumo citar quatro pilares básicos da Ginecologia Natural:

  • Autonomia,
  • Empoderamento,
  • Auto conhecimento,
  • e Protagonismo.

Todos eles desejam levar ao mesmo objetivo: que a mulher se apodere de seu próprio corpo, reconheça seu instrumento de relação com o mundo, aquele que na prática é o que permite a ela interagir com o meio e modificá-lo. Essa relação e percepção profunda com o corpo enquanto máquina, enquanto energia vital e enquanto picadeiro é estopim para o salto quântico. Reconhecer-se a única dona do palco da festa da sua vida é empoderamento dos mais reais. 💫

Médicos detém conhecimento acerca de anatomia, fisiologia, doenças, exames. Você através do autoconhecimento deve se tornar a especialista em si mesma. A medicina aplicada em sua vida deve permitir através de informação e debate consciente que se chegue ao que você busca para si.

😄👆❤️Protagonismo não é negar a ciência ou recusar acompanhamento profissional. É tomar decisões em conjunto numa relação horizontal e com responsabilidade compartilhada.

É perguntar, questionar, pesquisar, debater, é poder falar que tipo de tratamento prefere e qual deseja recusar e quais as possíveis consequências disso. É pensar junto quando é o momento ideal de retornar, de repetir o exame, qual conduta se sente melhor e qual resultado deseja. É saber exatamente o que está se passando, se olhar, reconhecer para além dos resultados laboratoriais (que nada mais são que complementos) quando algo está errado, ou não.

Faço isso diariamente com minhas pacientes.

Um belo exemplo de protagonismo é a mulher poder escolher em qual posição quer parir. Coisa básica né gente, mas o movimento da humanização do parto lutou e luta muito para que a cena do parto gire em torno da mulher e não do médico. A posição do frango assado (chamada de litotomia – mulher deitada de costas com as pernas abertas, distante do chão) escolhida por uma minoria das parturientes, é confortável pra quem mesmo?

A ginecologia natural é movimento semelhante, tipo primo-irmão sabe?! Que vem colocar a mulher no centro.  E o patriarcado pira, claro. 💁‍♀️🤦‍♂️Que diacho é isso de mulher no centro, querendo tomar suas decisões, dar pitaco no que é melhor pra si….. Perigoso issaê, daqui a pouco mulheres jovens, saudáveis e sem queixas podem perceber que não precisam tanto assim de médicos, achar que podem se cuidar até sozinhas. Imagina só: protagonismo gera LIBERDADE.

•••⠀

👉 Estamos preparando um curso online chamado “Ervas e Práticas na Ginecologia Natural”, nele vamos falar sobre esse e outros assuntos quentíssimos.

Registre seu interesse por aqui: https://www.ginecologianatural.com.br/curso-online-ervas-pr…/

✒ Ilustração Jhon Bermond – Arte da Terra 😀

#paixaoporervas #ginecologianatural #protagonismo #empoderamento #autonomia

Como é Melhor Lavar a PPK?

Como é Melhor Lavar a PPK?

Como é melhor lavar a ppk/xereca/vagina/vulva/xoxota/piriquita/buceta/xana(complete com seu nome favorito)?? 💪😍 Não tenho uma recomendação única para essa questão. Considero algo pessoal. Algumas mulheres lavam com o mesmo sabão que lavam o resto do corpo e não dá nada. Muitas tem a mucosa mais sensível […]

Sentir Cólicas não é Normal!

Sentir Cólicas não é Normal!

Atendo muitas pacientes no consultório que já estão acostumadas a todo mês conviverem com dores um ou dois dias e acham que “é assim mesmo”. Não é. Menstruar não é sinônimo de incômodo ou sofrimento. Uma colicazinha bem leve e passageira, umas pontadinhas quando a menstruação […]

Sua TPM pode ser sua Melhor Amiga

Sua TPM pode ser sua Melhor Amiga

Mulheres que interrompem o uso da pílula após vários anos de tomada contínua muitas vezes se queixam de TPMs muito intensas e se assuntam com tanta intensidade de sentimentos e sensações. 

Algumas dizem não se reconhecerem.

Mas tenha certeza: essa é você.

Um ser de múltipla complexidade, cíclica em matéria e em essência. 💞

Os hormônios artificiais castravam seu ciclo e com isso sua força real. Ao conhecer-se profundamente se apoderas, enfim, de seu corpo e de si mesma.

O equilíbrio da mulher é um equilíbrio dinâmico. No período pré-menstrual suas maiores verdades eclodem das sombras e ao se deparar com elas, pode iluminar. Quando a mulher compreende exatamente o que esta se passando dentro dela, o de fora é apenas espelho para aprender tudo o que aquele momento tem para mostrar.

Sabendo ser só mais uma de suas tantas fases, ela sabe que passa e pode aprender a desfrutá-la.

Sua TPM pode ser sua melhor amiga.

Sua confidente íntima, o véu que se abre para q tudo seja visto.  A energia dessa lua minguante esta forte, muitas mulheres estão sentindo. Tendo a consciência se torna mais fácil lidar.

A mulher que aceita e ama sua natureza, sabe que de muitas pequenas mortes se faz uma vida real. Ela é a própria natureza com seus dias e noites, verões e invernos frios e que a caminhada crescente até a lua cheia luminosa é certa. Tão certa quanto a próxima lua nova.

Não é preciso pressa. É preciso silêncio.

 

•••

Ilustração emocionante pela artista Luiza Guedes

Você já parou para se observar?

Você já parou para se observar?

Mulheres, vocês conseguem perceber quando estão próximo a ficarem menstruadas? Independente de fazerem ou não uso de anticoncepcionais. ⠀ ⠀ Notam algo diferente em vocês, em seus corpos, sua pele, seu sono, sua disposição,seu muco vaginal, seu humor, sua sensibilidade, sua intuição, sua libido…?? ⠀ […]

O Alho e a Ginecologia Natural

O Alho e a Ginecologia Natural

A planta que comumente conhecemos como alho e que quase todo mundo sempre tem na geladeira, o Allium sativum. Tem uso medicinal desde o antigo Egito e hoje suas propriedades são oficialmente comprovadas pela ciência. Para que serve? Antiinflamatório, antifúngico, antibiótico, termogênico, antioxidante. Reduz a pressão […]

Endometriose

Endometriose

É a presença de focos de endométrio fora da cavidade uterina. Endométrio é o nome dado à camada de células que reveste o útero internamente, em sua cavidade. O certo é só existir endométrio ali dentro. Quando se apresenta fora do útero constitui a doença chamada endometriose (podem aparecer em qualquer parte do corpo, o mais comum é próxima da região pélvica, ovários, ligamentos uterinos, bexiga, intestinos).

As causas da endometriose não são plenamente esclarecidas pela ciência, as explicações mais aceitas são a genética, a alta de estrogênios e a menstruação retrógrada = o sangue ao invés de descer, sobe na direção contrária pelas trompas e cai na cavidade pélvica. Bem, sabemos que genética não significa sentença, a pessoa pode ter a predisposição e não apresentar a doença. Já a tal da menstruação retrógrada é uma boa explicação, no entanto teoricamente todas nós mulheres passamos por isso e somente entre 10 à 20% desenvolvem endometriose.

Mas, por queeeee???

Devido a fatores inflamatórios!
 Ein? Explica melhor…

Diversos estudos comprovaram muito bem comprovado que nossa alimentação (péssima) rica em glúten, derivados do leite, excesso de industrializados, açúcar e carne no café-almoço-janta e lanches, associada a sedentarismo, poluentes e venenos diversos, estresse, má qualidade de sono, etc e tal, causam um estado inflamatório generalizado em nossos corpitchos. É como se cada uma de nossas células vivesse em constante inflamação. E essa é a causa da maior parte das nossas doenças mais comuns. Inclusive as crônicas. E a endometriose é uma delas.

Claro, tem muitas mulheres que comem mal, vivem mal e não tem endometriose, mas elas tem outras doenças equivalentes. Ou terão, pode ter certeza. 😉

O desenvolvimento de uma ou outra e seu grau de gravidade vai depender dos fatores genéticos, ambientais, resposta imunológica, enfim, a diversidade infinita de cada organismo. Essa alimentação do mal, que enche de dinheiro a indústria e ferra com nossos organismos, também é quase sempre a explicação para os desequilíbrios hormonais.

Falando em estudos científicos, eles mesmos não confirmam o uso contínuo de hormônios para suprimir a menstruação ser o tratamento realmente eficaz para endometriose, oferecendo apenas alívio temporário e frequente recidiva.

Sim, isso mesmo que você leu:

anticoncepcionais NÃO são o único, comprovado, sensacional e mandatório tratamento para a endometriose. Pelo contrário, muitas vezes eles só pioram tudo.

O REAL tratamento para questão é a mudança total nisso tudo ai que falei.

Pois é, mana. Nunca disse que era fácil.

Mas, é completamente possível e no final das contas absolutamente compensador em diversos outros aspectos.

A gente quer viver muito, e quer viver bem, então a regra é clara: alimentação! Estilo de vida saudável. 🤸‍♀️⛹️‍♀️🍉🍒🍊🍋🥑

A fitoterapia, aromaterapia, acupuntura, homeopatia, suplementação de vitaminas, tudo isso vem complementar. Porém, não é o principal.

Sabemos a causa. Ai também está a cura.
💫 Sim, tem cura!

 

•••
Ilustração mara feita pela Andréa Tolaini

 

Compreender com sensibilidade nossa TPM

Compreender com sensibilidade nossa TPM

Os inúmeros sintomas que uma mulher pode ter tanto na fase pré menstrual quanto na ovulação se apresentam de várias formas e parecem ter nada ou quase nada em comum uns com os outros. ⠀ ⠀ Mudanças súbitas de humor (passando por: carência absurda, mal […]

E as Mulheres sem Útero?

E as Mulheres sem Útero?

Algumas mulheres nascem sem útero. Existem síndromes genéticas que cursam com essa alteração. O principal exemplo é a síndrome de Rokitansky (rara). Algumas mulheres tem seus úteros retirados cirurgicamente por um processo conhecido como Histerectomia, que pode ser total ou parcial (quando é mantido o […]

A beleza, a Sabedoria e a Potência que existem em Menstruar

A beleza, a Sabedoria e a Potência que existem em Menstruar

De todos os temas que a Ginecologia Natural propõe para uma mudança no olhar e nos cuidados das mulheres, talvez o mais importante e mais profundo seja o conhecimento sobre o ciclo menstrual.

Se livrar dos hormônios artificiais, sim, para voltar a menstruar de verdade. Esse é o primeiro passo. Mas, não é só isso. É observar o ciclo, perceber o ciclo, se CONECTAR verdadeiramente com seu ciclo menstrual e consequentemente com seu corpo de mulher.

Se dar conta de que ele diz mais sobre a gente do que imaginávamos. Que quase todas as áreas da nossa vida estão direta ou indiretamente relacionadas as fases do ciclo menstrual.

Não consigo imaginar nada mais feminino do que menstruar.

Feminino no sentido da essência de ser mulher.

A beleza, a sabedoria e a potência que existem em menstruar e ciclar foram silenciados por anos. O conhecimento sobre o ciclo é desencorajado, nos fazendo crer que somos incapazes de dominar essa “difícil” observação e que precisamos de um medicamento que o “controle” (por motivos de: patriarcado).

Há muito considerada fraqueza e desequilíbrio, a natureza cíclica da mulher é na verdade seu grande lugar de poder e uma incrível fonte de autoconhecimento.

É fácil, sim, fácil observar e reconhecer as fases do ciclo menstrual por meio do sinais físicos e emocionais do nosso corpo! Fácil mesmo! Isso só não nos foi ensinado, mas ainda há tempo!

Eu falo sobre percepção da fertilidade, mas é bem mais que isso: é percepção do todo!

Estimulo muito TODAS as mulheres a buscarem essa percepção, mesmo aquelas para as quais evitar a gravidez não é uma questão. Com o tempo isso se torna tão natural quanto reconhecer quando estamos com fome ou com sono. E é absolutamente transformador.

Para aquelas que querem aprender mais, tenho um ciclo de de três pequenos vídeos que gravei falando sobre a percepção da fertilidade. Nele compartilho dicas sobre como aprender a atingir esse empoderamento sobre si mesma!

Quem quiser receber de forma totalmente gratuita basta se inscrever na lista de emails que está disponível clicando aqui

Vem com a gente!

Essa imagem poderosa e super inspiradora criada pela hermana @luzbalado. Que toda a arte sirva como um instrumento para despertar nossos corações. Muito obrigada.

Ciclo sobre a Percepção da Fertilidade

Ciclo sobre a Percepção da Fertilidade

Aprenda com esse ciclo de 3 vídeos a  observar e interpretar  as mudanças do seu corpo ao longo do seu ciclo menstrual Preparado com muito carinho para as mulheres estão interessadas em aprender mais sobre este método, que vai além e estimula o empoderamento sobre si […]

Contracepção Natural

Contracepção Natural

Mulheres que não desejam engravidar no momento (ou nunca) e que também não querem tomar pílulas anticoncepcionais ou quaisquer contraceptivos a base de hormônios muitas vezes pensam em contracepção natural. Bem, existem os métodos contraceptivos não hormonais (camisinha, DIU de cobre, diafragma), mas contracepção “natural” […]

VITEX – O que você precisa saber sobre essa planta.

VITEX – O que você precisa saber sobre essa planta.

Esse arbusto de origem mediterrânea andou ganhando fama nos grupinhos de internet nos últimos tempos. Manas, acho massa esses grupos, estou em vários deles, tem ajudado muitas mulheres a, antes de tudo, saberem que não estão sozinhas e não são ETs. Informação é livre mesmo e deve ser difundida aos 4 ventos, mas assim como na vida cabe a quem ouve/lê ter muito critério e filtro e saber que nem tudo ali é assim desse jeito mesmo néam…

Então voltando a nossa nova subcelebridade relâmpago:

O nome botânico dele é Vitex agnus-castus L., essa parte “castus” faz referência à castidade. Tipo, era usada em monges e em mulheres gregas quando seus maridos iam pra guerra, com fins de reprimir seus desejos sexuais 😳
Calma! Segundo meu profe ele não interfere na libido da mulher! ufa

Também conhecido pelos nomes populares: pimenta dos monges, pau de angola, alecrim de angola, alecrim do norte, jureminha, arvore da castidade.

Partes usadas: folhas e frutos.

Seu uso se mostrou eficaz principalmente no combate a sintomas de TPM, por regular o hormônio Prolactina e também por estimular a Progesterona na segunda fase do ciclo menstrual (fase lútea). Devido à essa maravilha o Vitex acaba agindo também no estrogênio e nos demais hormônios envolvidos no rolê como FSH e LH já que tá tudo relacionado e como consequência vai regular a menstruação.

Como basicamente todas as ervas que chamamos “fitohormônios”, diferente do que se pensa NÃO são “hormônios naturais”.

Eles atuam nos receptores hormonais tendo uma ação similar a dos hormônios, saca?

Então o Vitex pode apresentar bons resultados também para tratamento de cólicas menstruais, dores nas mamas, falta ou excesso de menstruação, sintomas de menopausa e ate infertilidade.
Além disso ainda tem ação diurética, antiinflamatória, calmante e antimicrobiana.
Vendido no mercado sob a forma de extrato seco deve ser usado de 30 a 60 mg/dia.

ALOU: nem esse nem nenhum post de internet substitui uma consulta médica, é apenas informativo e pra continuar informando: o Vitex pode apresentar efeitos adversos como aumento do fluxo menstrual (raro), cefaléias, nauseas, dispepsias, exantemas. Contra-indicado o uso com outras terapias hormonais, gestação, lactação (esse é relativo, em muitos casos ele aumenta a produção de leite).

— essa foto eu quis usar porque fui eu mesma que tirei la no Jardim Botânico, um Vitex que eu conheci pessoalmente, a gente se apega logo. Fica o convite para conhecerem!! 🌿🍃

Alho! Eficiente aqui também!

Alho! Eficiente aqui também!

Não é só na cozinha que ele tem serventia Um dos mais usados,mais famosos, múltiplo,acumulador de funções,queridinho, eficiente, econômico,sustentável, bem sucedido, porreta,surpreendente,sapateador-na-cara-da-sociedade,tombador tratamento aconselhado pela ginecologia natural: o ALHO!! Possuidor de generosas propriedades antimicrobianas e antifúngicas, também traz benefícios ao coração, a circulação sanguínea e […]

Bruxas eram mulheres empoderadas

Bruxas eram mulheres empoderadas

Insubordinadas. Livres. Que conheciam as ervas, os mistérios da natureza, da vida, da morte. Seu corpo, seu ciclo menstrual, seu poder. Muitas não se casavam, preferiam viver na floresta com os animais e suas amigas. Ou sozinhas com suas plantas.  Recusavam os padrões da normatividade. […]

Sobre a Vacina do HPV

Sobre a Vacina do HPV

O Ministério da Saúde anunciou recentemente que está ampliando o acesso a vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) para homens e mulheres entre 15 e 26 anos nos postos de saúde do SUS. Até então essa vacina era oferecida somente para o público alvo que são meninos entre 11 e 13 anos e meninas entre 9 e 14 anos. Essa medida tem caráter temporário, uma vez que foi tomada visando evitar o desperdício de vacinas e só será mantida em municípios que tiverem estoque.

A vacina oferecida é a tetravalente, que protege contra os subtipos 6,11 (mais comuns relacionados a verrugas), 16 e 18 (mais comuns causadores de câncer) e deve ser feita em duas doses para o público alvo (que apresenta melhor resposta imunológica) e em três doses para a faixa etária acima dos 15 anos. O intervalo entre cada dose é de 6 meses.

http://portalsaude.saude.gov.br/…/29280-saude-amplia-vacina…

Muitas pessoas me perguntam se devem ou não tomar a vacina e a minha resposta é: não tenho como responder.

Pois é. Foi malz galera.

😒😓

Muitos efeitos colaterais foram relatados e rola um amplo debate a respeito de sua real necessidade, riscos e benefícios.

A verdade é que só o tempo dirá. Serão precisos anos de acompanhamento para se ter uma avaliação conclusiva dos impactos reais dessa vacinação em massa na saúde da população.

Não há um consenso nem dentro da comunidade científica e nem na sociedade em geral.

Pra quem ficou #xatiada com minha resposta fugaz eu convido à reflexão: as pessoas reclamam que médicos determinam o que devem ou não fazer com seus corpos e reclamam quando não determinam.

Meu dever é informar

Então eu vou cumpri-lo mostrando as duas faces dessa questão e te convidando a tomar sua própria decisão. Ela é unicamente sua e deve ser tomada com conhecimento.

A Sociedade Brasileira de Imunizações é amplamente a favor e nega a relação entre os sintomas relatados e o uso da vacina: https://sbim.org.br/images/…/faq_hpv_sbim_final_10092015.pdf

Já esse estudo bem interessante da Universidade Federal do Rio Grande do Sul diz: “Considera-se segura a administração de uma vacina quando seus riscos são aceitáveis e seus benefícios os superam.

No caso da vacina contra o HPV, não há conhecimento sobre qualquer benefício em termos de proteção contra o câncer ou redução de mortalidade.” https://www.ufrgs.br/telessauders/noticias/vacina-hpv/Comenta sobre os possíveis efeitos adversos e cita outras evidências.

Pra quem manja de ler legendas em inglês da uma olhada nesse documentário: http://mulheres.org.br/…/as-meninas-vacinadas-documentario…/

(alias esse post é do Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde que eu super indico em São Paulo)

Quem tiver mais material confiável para enriquecer o debate, é muito bem vindo. (Debate esse fundamental, mas onde não teremos opinião certa ou errada, ok?)

Lembrando que a vacinação NÃO libera as pessoas do uso da camisinha e nem as mulheres da coleta do exame Papa Nicolau de rotina!

Como a Aromaterapia pode ajudar na Menopausa

Como a Aromaterapia pode ajudar na Menopausa

Ao reconhecermos e amarmos nossa natureza cíclica de mulher vemos a importância e a beleza de todas as fases da vida que atravessamos. O fim de um ciclo é sempre o início de outro e ao encerrar sua fase reprodutiva a mulher adentra a fase […]

Você sofre com Dores de Cabeça na TPM?

Você sofre com Dores de Cabeça na TPM?

Dor de cabeça é uma queixa bastante comum entre as mulheres no período pré menstrual e menstrual. Existem diferentes tipos de cefaleias e também diferentes causas, incluindo hipertensão e sinais inflamatórios, porém não é preciso se preocupar ou correr para o hospital devido a uma […]

Gerânio

Gerânio

Seu nome científico é geranium sp e inclui diversas espécies na família geraniceae.

As qualidades hemostáticas do gerânio constringem o tecido e estancam hemorragias, o tornando útil no combate de úlceras, pequenos cortes e para regular o fluxo menstrual. Pra quem está menstruando excessivamente ele reduz o fluxo.

O óleo essencial de gerânio é utilizado para o tratamento de dores de garganta e antisséptico para feridas na pele. É considerado o óleo da feminilidade e devido a sua ação antidepressiva e ansiolítica, combate o stress e as alterações de humor, por isso maravilhoso para usar no período pré menstrual.

A foto eu tirei em Urubamba na minha viagem ao Peru. Esse Gerânio que vive no quintal da minha hermana Vanise.

O que é e como lidar com a Herpes Genital.

O que é e como lidar com a Herpes Genital.

Herpes genital é a doença com presença de úlcera genital mais comum e é uma infecção crônica. É transmitida através do HSV – Herpes Simples Vírus. Existem dois tipos de HSV: o HSV 1 é o que causa mais frequentemente as lesões orais e o […]

O que são Distúrbios Menstruais?

O que são Distúrbios Menstruais?

São alterações que cursam com modificações anormais do ciclo menstrual. Diversas condições podem levar a distúrbios menstruais, mas para entendermos o anormal temos que antes conhecer o que é normal. Algumas vezes o fluxo menstrual pode estar aumentado, a mulher pode apresentar menorragia (aumento excessivo […]

Consultas

Consultas

A consulta que ofereço é bastante diferenciada. É comigo, Bel Saide, médica ginecologista, e dura em média 1 hora, preenchida quase que totalmente por muita conversa.

Procuro conhecer as pacientes para além de seus processos de desequilíbrio e ajudá-las a compreendê-los. Ficam à vontade para expressarem livremente suas emoções, suas dúvidas e o que desejam com relação a sua saúde.
A autonomia nas decisões norteia todo o processo, que é centrado unicamente na mulher e no conhecimento sobre seu corpo.

Sobre a Consulta:

Agendamento e assuntos referentes a consultas somente por WhatsApp:

Horário de atendimento: horário comercial de segunda-feira à sexta-feira.

Whats: (21) 99817-3900

Local: Vargem Grande – RJ. O endereço será passado pelo Whats na confirmação do agendamento. 

Convênios: não atende, somente particular.

Considerações importantes:

Venha com tempo, de preferência sem compromisso pra logo depois, as consultas são demoradas.

O atendimento é somente na cidade do Rio de Janeiro.
Não realizo atendimento online, por favor não insista.
Não tenho indicações de pessoas para atender como atendo em outros estados.

Pagamentos em dinheiro e transferência bancária no dia. Não aceitamos cheques. 

Importante:

É muito importante ressaltar que o blog, a fanpage, workshops, cursos ou vivências de Ginecologia Natural NÃO funcionam como consulta médica, atendimento coletivo ou algo do tipo. Nesses encontros as mulheres, caso desejem, podem conversar comigo e com as demais sobre suas questões ginecológicas, mas não serão realizados exames e nem prescrições específicas. Atuo em consonância com os preceitos da profissão médica 🙂

Perguntas e respostas frequentes

Não temos. Tenho amigas e irmãs queridas que atuam com ginecologia natural, mas médica ginecologista que atue com a mesma abordagem que proponho para a medicina não tenho ainda.

A Ginecologia Natural tem um olhar integral para a mulher, que contempla sua saúde física, emocional, comportamentos e relações com a família e com a vida em geral. Para fugir da superficialidade convencional a gente demanda ter um olhar profundo sobre a natureza da mulher e para isso é importante a consulta. Para sanar dúvidas em geral tem muito conteúdo aqui no blog e na fanpage. Aproveita, amada 😀

Não posso! Primeiro por conta da Ginecologia Natural propor este olhar integral para a mulher. Segundo por restrições do Conselho Médico, que não permite atendimentos de qualquer espécie por meio online. Por isso compartilho informações, conhecimentos e saberes, é o meio pelo qual consigo levar a Ginecologia Natural pra mais pessoas.

Não, somente particular.

Como chegar ao Consultório

A Ginecologia Natural e a Demanda por “Tratamentos”

A Ginecologia Natural e a Demanda por “Tratamentos”

Muitas pessoas tem uma certa dificuldade e até resistência em compreender realmente o que é a Ginecologia Natural.   Eu bato muito nessa tecla e tô aqui batendo de novo: Ginecologia Natural NÃO É tratar doenças com plantinhas!!!   Ginecologia Natural não é uma especialidade médica regulamentada, não é […]

É possível viver sem Pílula?

É possível viver sem Pílula?

MAS COMO ASSIM?? CÊ JURA???  Sim amadas, eu juro!  Essa é a pergunta que mais tenho visto nos comentários aqui, especialmente desde que anunciei o lançamento do meu eBook “GINECOLOGIA SEM HORMÔNIOS”. E eu que me pergunto “como assim?” Não que a pergunta seja absurda, […]

Tansagem

Tansagem

 Nome científico: Plantago major L.

Também chamada de Tanchagem ou Transagem (além de Taiova, Orelha de veado, Transagem, Tanchá ou 7 nervos).

Planta facinha facinha. 
Fácil cultivo, não necessita de cuidados especiais, cresce em praticamente qualquer lugar, floresce o ano inteiro. Ela é dessas!

É o tipo da planta que é bom a gente ter em casa, como um remédio. Porque, além de facinha, tem várias propriedades medicinais.

Possui folhas de até 15 cm e flores em espiga, amareladas.
As partes utilizadas são suas folhas e caules.

Pode ser feito uso tópico para cicatrização e desinfecção de feridas, picadas de insetos e queimaduras. Xaropes para tosse, faringite, laringite e bronquite. 

Com uma infusão trata inflamações oculares e diversas afeções de pele.

 Seu chá tem efeito anti-inflamatório e bactericida, além de diurético. Tem ação hemostática, trata sangramentos agindo pró coagulação.

Estimula a produção de anticorpos, melhorando o sistema imune.

Na Ginecologia Natural utilizamos especialmente para tratamento de inflamações vaginais, corrimentos, cistites, infecção urinária e menstruação excessiva.

Toda cura está na natureza e dentro da gente. ❤️

_______
Créditos da imagem: Blog Come-se, de Neide Rigo

A Vaporização de Útero e a Ciência

A Vaporização de Útero e a Ciência

Com todo esse movimento lindo que está rolando de resgate dos saberes e práticas ancestrais cresceu muito o interesse das mulheres pelas vaporizações do útero.  Vaporização do útero é um ritual energético e também um tratamento da ginecologia natural.  Como funciona: Consiste em ferver um […]

Será que a Síndrome dos Ovários Policísticos é tão comum assim?

Será que a Síndrome dos Ovários Policísticos é tão comum assim?

Ainda não encontrei dentro da ginecologia uma patologia tão comumente mal diagnosticada quanto a Síndrome dos Ovários Policísticos. Normalmente começa errado pra terminar pior ainda. A maioria começa com um pedido de ultrassonografia desnecessário. Vou repetir mais uma vez: ultrassonografia transvaginal NÃO é exame de […]

Plantas – Artemísia, a Erva da Mulher!

Plantas – Artemísia, a Erva da Mulher!

A Artemísia é uma erva muito conhecida desde tempos super antigos por suas propriedades medicinais. Existem registros que sugerem sua utilização até mesmo pelos egípcios e sabe-se que Hipócrates, o pai da medicina, a prescrevia para tratar anemia, cólicas menstruais, reumatismo e dores de estômago.

É também considerada uma planta mágica, poderosa e muito ligada a energia feminina, sagrada para os orientais e chamada de “erva da vida”, “erva das bruxas” ou “a deusa das plantas”.

Seu nome é uma homenagem a Artemís, a deusa grega protetora dos partos.

Artemis, deusa grega feminina.

 

Existem mais de 200 espécies de Artemísia, sendo a mais comum e mais utilizada a Artemísia vulgaris. Outra espécie bastante conhecida é a Artemísia absinthium que originou o famoso licor de Absinto, a “fada verde” com alto teor alcóolico que desde o século XIX inebria os homens com suas propriedades misteriosas sendo amplamente usada inclusive por clarividentes, além de escritores, poetas, artistas.

Além de absinto, erva santa, artemijo, vermute, a Artemísia é também muito conhecida como Losna. É uma planta herbácea de pequeno porte, nativa de regiões temperadas, possui caule com coloração púrpura, folhas verde-escuras acinzentadas e dá pequenas flores vermelhas, brancas ou amarelas.

 

A Artemísia Vulgaris. Fonte: botanical.com

Partes utilizadas

Raiz, caule e folhas.

Tem aroma forte e seu sabor é muito amargo.

 

Propriedades medicinais e formas de utilização

Como chá ou sob a forma de tintura empregada para o tratamento de: asma, gripes, anemia, cólicas tanto menstrual quanto intestinal, problemas no estômago, cãibras, diarreia, reumatismo, nevralgia, auxiliar no tratamento da diabetes. Regulariza o funcionamento do estômago, fígado, rins, bexiga, pulmões. Excelente diurético.

O óleo de Artemísia pode ser usado para cicatrização de feridas, queimaduras, úlceras, além de melhorar a concentração e a memória.

Pode ser utilizada sob a forma de florais onde promove purificação e melhora da vibração.

 

Com relação ao que mais interessa aqui – nós mulheres e nossos amados corpitchos – é uma das principais ervas que nos auxiliam.

 

Erva da Lua, regula o ciclo menstrual, trata cólicas, sintomas de menopausa e quase todas as doenças ligadas ao ciclo feminino.

ATENCIÓN: em doses altas é tóxica e não pode ser utilizada por mulheres grávidas por ser potencialmente abortiva!!

Na medicina chinesa é utilizada sobre a forma de Moxa, um bastão recheado da planta seca e batida que fica parecendo um charuto. Quando acesa forma uma brasa que estimula pontos específicos, no caso da ginecologia os ovários, agindo como uma acupuntura pelo calor.

É ótima ainda em escalda pés e em vaporizações e limpezas uterinas é uma das minhas favoritas. Auxilia no trabalho de parto sob a forma de banhos e também da moxa que é estimulante das contrações.

Existem diversos outros usos possíveis da Artemísia com objetivo energético e espiritual que abrange muitas coisas diferentes e interessantíssimas.  

Nesse link tem mais sobre o uso energético da Artemísia.

Feminina

Com relação ao feminino, ajuda a mulher em seus múltiplos papéis. Especialmente as que acumulam papéis que exigem muita força constante da parte delas, como mulheres que são sobrecarregadas por precisarem exercer as funções masculinas – acho que estamos falando das mães solo né, sei lá, me identifiquei.

Mas, muitas mulheres vivem essa exigência de força em várias áreas e a Artemísia traz uma segurança no caminhar como mulher nesse mundo de machismo, opressão, julgamentos e tudo de ruim que a terra há de comer.

Eu utilizo muito a Artemísia nas minhas prescrições de tratamentos naturais com excelentes resultados.

A Artemísia é poderosa. Não à toa é chamada a erva da mulher, erva da Lua!