Tag: ervas

Tansagem

Tansagem

 Nome científico: Plantago major L. Também chamada de Tanchagem ou Transagem (além de Taiova, Orelha de veado, Transagem, Tanchá ou 7 nervos). Planta facinha facinha.  Fácil cultivo, não necessita de cuidados especiais, cresce em praticamente qualquer lugar, floresce o ano inteiro. Ela é dessas! É […]

A Vaporização de Útero e a Ciência

A Vaporização de Útero e a Ciência

Com todo esse movimento lindo que está rolando de resgate dos saberes e práticas ancestrais cresceu muito o interesse das mulheres pelas vaporizações do útero.  Vaporização do útero é um ritual energético e também um tratamento da ginecologia natural.  Como funciona: Consiste em ferver um […]

Plantas – Barbatimão

Plantas – Barbatimão

Espécie típica do cerrado brasileiro esse é um dos nossos queridinhos.
Nome científico: Stryphnodendron adstringens
Partes utilizadas: folhas e casca

Trata-se de uma arvore de médio porte, suas folhas podem ser utilizadas para fazer compressas e cataplasmas ou também em forma de pomada para tratar feridas e queimaduras acelerando o processo de cicatrização. Porem suas propriedades concentram-se mais nas cascas dos troncos e galhos e na ginecologia natural é essa parte que vamos usar.
Estudos comprovam sua ação antibacteriana, antioxidante, analgésica, desinfetante,adstringente, diurética, coagulante, anti-inflamatória, anti-hemorrágica e antisséptica.
O chá de Barbatimão é ótimo para combater dores de garganta, gastrite e para tratar infecções em geral, especialmente a urinária.Tendo o mesmo efeito sob a forma de tintura.
Pode ser usado também como sabonete íntimo.


Mas o meu uso favorito é ……. o BANHO DE ASSENTO.

Manas, maravilhoso!! Trata o que? BUCETITES! Inclusive cistites.
Para candidíase é santo remédio levando ao alivio rápido dos sintomas.

O banho de assento com casca de barbatimão pode ser usado também após uma noite (ou dia, ou dias e noites rá) de sexo assim muito caliente quando a xoxota ta naquele misto de felicidade com pedido de arrego. Melhora o tônus vaginal e DIZEM que da uma bela apertada na vagina.

Ah, e é maravilhoso para cuidar dos períneos no pós parto normal, especialmente se houver lacerações, pontos e (infelizmente) episiotomia.

Como faz?


Por ser uma parte dura da planta deve ser preparado por decocção: ferve a água junto com um punhado de cascas por uns 15 minutos, desliga o fogo, tampa e deixa mais uns 10 minutos. O ideal é ficar bem concentrado. Coa, mistura um pouco de água mais fria pra dar uma amornada, bota na bacia e senta gostoso.
Por quanto tempo? Até esfriar ou mais, se você quiser.

Não deixa de aproveitar o momento meditativo pra entrar em contato com seu feminino. Lembra que isso (super) faz parte da cura.