O que há por trás do excesso de pedidos de exames desnecessários na medicina que conhecemos?

O que há por trás do excesso de pedidos de exames desnecessários na medicina que conhecemos?
Uma indústria superpoderosa que lucra com isso. 💥💣Fato.
 
Essa indústria trabalha com a lavagem cerebral dos médicos desde a faculdade, e intensifica em seus consultórios. Não, nós não ganhamos dinheiro diretamente dos laboratórios a cada exame pedido, eles são muito mais inteligentes que isso. 🤨
 
Uma cultura, uma população possivelmente mais trabalhada ainda do que os próprios médicos na ideia de medo e de buscar doenças ao invés de buscar saúde. Não neguem vai: de uma forma geral a galera curte esses exames. Tem que se submeter a MUITOS até começar a achar que tem algo estranho nisso aí. Pacientes pressionam médicos a pedirem exames e os culpam e até ameaçam por todo e qualquer desfecho desfavorável.
 
Só que é fundamental compreender que boa parte dos pedidos de exames desnecessários não são apenas desnecessários. São ERRADOS. 🙄😯😑
 
É um dos grandes motivos dos chamados “overdiagnosis” = um diagnóstico verdadeiro, porém inútil , com maior potencial de gerar danos do que benefícios. Além também dos falso positivos.
 
💫 Muitas vezes, presos a essa visão limitada do processo de desequilíbrio orgânico do pobre ser humano, inicia-se o tratamento de doenças que não existem, por ter apresentado algum pequeno indício em alterações laboratoriais, ou talvez apenas pelos sintomas sugerirem.
 
Esse tratamento pode gerar alívio rápido ou não, mas quase sempre está equivocado podendo causar por exemplo o stress de acreditar-se portador de doença crônica incurável sem efetivamente ser.
 
💗🌺 Sim, precisamos dar alívio ao sofrimento de quem sofre, mas se estamos diante de complexidades podemos e devemos todos buscar uma relação de parceria e um olhar de humanidade DE AMBAS AS PARTES para que possamos ter tempo de observar e aguardar respostas que nem sempre virão da forma cartesiana que nossas mentes neuróticas exigem.
 
Um passinho pra trás, um outro prisma, silêncio, intuição. Belo exemplo de quando menos é mais.
 
___
Ilustração Sonia Borisova https://www.instagram.com/sonyasabotage/

Comentários