Ânsia pelo Diagnóstico Médico

Ânsia pelo Diagnóstico Médico

Observando as pacientes sob a ótica da ginecologia natural digo que acredito que todo desequilíbrio físico tem um ou vários fatores emocionais envolvidos. Sim existem fatores causais bem determinados como vírus, bactérias, maus hábitos, genética. Em uma análise simplória: todos estão ligados à imunidade, que está ligada diretamente a fatores emocionais.

Em MUITOS casos o emocional é o principal fator. Em outros, o principal sintoma.

Quando dizemos que uma doença tem fundo emocional ou psicológico não estamos dizendo q ela não é real.

Não podemos desconsiderar a queixa. Se o indivíduo relata dor, existe dor ali. Ela é real e precisa ser tratada.

Negar isso por não aparecerem resultados que a justifiquem em exames é afirmar que as respostas estão nos exames, na tecnologia, e não no indivíduo, que é a causa, o meio e a solução em si mesmo. O restante são ferramentas para chegarmos até ele.

Ânsia pelo Diagnóstico

Medicinas milenares como a chinesa e o ayurveda estudavam e curavam pessoas em um tempo em que não era possível ver como estamos por dentro. A tecnologia para nosso grande avanço veio melhorar isso mas uma jamais deveria ter silenciado a outra.

A ânsia pelo diagnóstico revela a pretensão de que conhecemos  a explicação para tudo. De que a tecnologia atual já abrange toda complexidade do ser. De que todos os eventos que se passam em nós podem ser enquadrados em algo racional.

Questionar a veracidade do relato de sintomas que o indivíduo traz por não conseguirmos verificá-los é tirar ele do centro do processo de investigação e desempodera-lo da capacidade de conhecer a si mesmo, além de ser extremamente egóico.

Diminuir a importância e a relevância do problema se o identificamos como causado por uma ferida emocional é triste retrato da forma leviana como tratamos e lidamos com nossas emoções e as dos outros, contribuindo para uma sociedade de geniais homens frágeis, tão distantes de si.

___________

Ilustração Amma

Comentários